GESTÃO FINANCEIRA EM TEMPOS DE CRISE

24 de Abril de 2020

Imagem

Sempre ouvimos falar que o ambiente externo afeta as empresas que gerimos. Bem, a COVID-19 nos deu uma chacoalhada. É um exemplo muito claro de como um fato iniciado do outro lado do mundo afeta nossas empresas, nossas casas, nossas famílias e nosso comportamento. Se antes o responsável pela área financeira já precisava saber lidar com as interações da empresa com o ambiente externo, agora essa é uma competência chave. Não basta mais ter conhecimento, técnicas e instrumentos de administração financeira. É preciso capacidade questionadora, analítica e flexível.


Nesse contexto, a administração financeira ganha destaque e deve buscar informações para que o conselho diretor possa tomar decisões acerca dos rumos do negócio. Algumas providências podem ser tomadas: 


• Verifique os últimos meses e busque por produtos ou serviços mais rentáveis. Estudos afirmam que 80% das receitas de um negócio vêm de 20% de seus produtos. Foque naqueles que trazem maior produtividade e maior rentabilidade


• Evite investir recursos adicionais em projetos com retornos ruins, pois é muito comum que empresas tentem escapar da dor da perda injetando mais dinheiro em projetos sem retorno, no lugar de admitir o fracasso ou na esperança de recuperar o investimento. Também é importante interromper novos projetos que exijam desembolsos e que não irão gerar retorno imediatamente.


• Inove, use a criatividade e busque novas oportunidades e serviços para serem prestados. Fale com seu cliente e com os funcionários que estão mais próximos deles. Muitas oportunidades podem surgir das queixas. O foco deve ser o cliente. Entenda o comportamento esperado dos clientes para entender os recebíveis.


• Automatize os processos e use a tecnologia a seu favor. Isso pode ajudar a cortar custos e trazer mais produtividade


 


 


Fonte: CNDL